Lazer

Pirâmide de Natal

 

Piramide Natal Alemã

 

 

Apagavam-se as luzes, acendiam-se as velas.

Olhava para o tecto, sombras em movimento previam a época  que chegava.

 

Eram minutos de silêncio partilhados por todos nós.

Era um ritual, o nosso ritual de natal.

 

 

Embora a árvore de natal seja associada a diversos cultos pagãos nomeadamente aos festejos do solstício de Inverno ou por exemplo em honra de Saturno, deus da agricultura, esta surgiu relacionada directamente com o natal nos países do norte da Europa havendo mais do que uma teoria para a sua origem.

Conta a lenda que Martinho Lutero, monge agostiniano alemão que viveu no século XVI, uma noite perto do Natal ao passear pela floresta ficou encantado ao ver os pinheiros cobertos de neve onde entre os ramos das árvores surgia o brilho das estrelas. Aquela imagem tão bonita fê-lo lembrar Jesus ao deixar as estrelas do céu para a vir à Terra no Natal e então com galhos de árvores decorados com algodão, outros objectos decorativos e pequenas velas conseguiu mostrar aos seus familiares a imagem magnifica que tinha presenciado sendo a primeira pessoa a ter em sua casa uma árvore de natal como conhecemos e a partir dessa data outras pessoas passaram a fazer uma árvore idêntica nas suas casas.

Porém uma outra história fala que São Bonifácio de Crediton deixou a Inglaterra e viajou para a Alemanha para pregar nas tribos germânicas pagãs e convertê-las ao cristianismo. Conta-se que encontrou um grupo de pagãos que sacrificavam um menino em honra de uma arvore de Carvalho. Para interromper este sacrifício afim de salvar a criança São Bonifácio cortou a arvore e desta brotou um pequeno abeto. O santo tomou a aparição do pequeno pinheiro como um sinal divino da santíssima trindade e a partir daquele momento as arvores foram decoradas com velas como uma forma de oferta.

O primeiro uso documentado de uma árvore nas celebrações de Natal e Ano Novo foi na praça da cidade de Riga, capital da Letônia, no ano de 1510. Nessa praça, existe uma placa dizendo que aquela foi a primeira árvore de Ano Novo, sendo que a frase está traduzida em oito idiomas diferentes.

primeira arvore de natal
Imagem retirada do google

Para além destas lendas, na idade média celebrava-se o dia de Adão e Eva a 24 de Dezembro, decorando-se uma árvore com maçãs a que se dava o nome de árvore do paraíso.

A actual árvore de natal é assim uma mistura de vários cultos e tradições que se fundiram e chegaram até nós.

As pirâmides de natal por sua vez, apareceram em primeira instância na cidade de Erzgebirge, onde os seus habitantes trabalhavam principalmente na industria mineira, eram feitas à mão e vendidas a pessoas que não tinham espaço para colocar uma árvore de natal verdadeira ou que morassem em locais onde estas fossem difíceis de encontrar. Estes objectos podem ser encontrados com mais de 200 anos de idade.

Hoje, a Alemanha continua a ser procurada pelas suas tradições e produtos natalícios existindo diversas feiras de natal onde podemos encontrar estas pirâmides com variados tamanhos e temas.

arvore de natal google
Imagem retirada do google

Para além do seu significado religioso e a sua bonita estética estes objectos apresentam ainda a particularidade de se movimentarem com o calor emanado pelas velas que são colocadas na base da pirâmide dando animação à peça e criando um ambiente natalício com sombras e formas.

O que a torna mais especial é a possibilidade de estar presente diariamente lembrando-nos que os sentimentos de natal nos devem acompanhar ao longo de todo o ano.

 

 

Uma opinião sobre “Pirâmide de Natal

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s