Adereços · Valor

A era do Ouro – Elizabeth I

coin Elizabeth I

Dentro daquelas gavetas havia livros com moedas, algumas prateadas e outras amarelas, havia moedas rosadas ou vermelhas e ainda outras acastanhadas.

– Esta moeda está furada porquê? Perguntei eu naquele dia.

– É uma moeda da sorte… a lucky coin! Respondeu-me ele, repetindo na sua língua primária como fazia habitualmente quando se entusiasmava.

Fiquei em silêncio a ouvir sem acreditar muito nas suas palavras.

– Dizem, já há muitos anos, que moedas furadas trazem sorte e que devemos ter sempre uma nos nossos bolsos ou na nossa carteira e se a moeda for de prata melhor ainda. Podemos pedir à lua nova que nos traga mais e mais moedas, continuou ele tentando convencer-me.

– Toma, fica com ela para ti. Coloca-a no teu porta-moedas… Não te esqueças de pedir à lua mais dinheiro, e os seus olhos sorriam ao perceber que eu desconfiava da sua história.

– Moeda da sorte… coitada, até está furada! Murmurei de modo a que ele não me ouvisse continuando a olhar para ela.

Esse dia passou e alguns outros também, mas veio a noite de lua nova que eu secretamente aguardava e nessa noite lá estava eu a falar à lua:

Lua, lua de prata

Tenho uma moeda da tua cor

Faz com que os meus bolsos

Tenham mais valor!

Mas lua não fiques zangada…

A minha moeda está furada!

(…)

Devido á variedade de temas e materiais utilizados na cunhagem, as moedas adequam-se a todos os gostos e por isso, seja com finalidade estética ou por estatuto, as moedas são utilizadas como acessório desde a antiguidade.

Sem perder o seu valor a moeda foi utilizada ao longo da história associada a trajes femininos e masculinos, podendo ser encontrada em brincos, colares, anéis, pulseiras, botões, pregadores e correntes de relógio.

Sendo um objeto extremamente viajante e com características intrínsecas ao seu local de produção, a moeda era um excelente objeto de divulgação e publicidade, era utilizada principalmente por mercadores, viajantes, comerciantes e personalidades abastadas que ostentavam as moedas de maior valor e beleza.

Devido, mais uma vez, ao seu valor monetário, a moeda está presente nas mais variadas tradições, sendo as mais recorrentes as relacionadas ao casamento, onde as noivas muitas vezes utilizam as moedas de forma figurativa na demonstração do seu dote.

Os costumes associados á sorte também podem estar intimamente ligados ao dinheiro e por isso muitas são as simpatias que apresentam a moeda como elemento principal.

Na imagem podemos ver uma moeda com a representação da Rainha Elizabeth I, com o valor de um Shilling que foi utilizada como adereço.

Isabel de Inglaterra

 

Elizabeth I reinou durante 43 anos na chamada “Era do Ouro” onde a Inglaterra teve um dos seus maiores crescimentos económicos. Também chamada de “Rainha Virgem” subiu ao trono com 25 anos em 1558.

Com uma personalidade forte e um grande charme não era difícil seduzir os homens da corte e embora nunca tenha decidido casar, ser cortejada era um dos seus maiores desejos.

 

A medida que a idade lhe levava os encantos Elizabeth começou a ficar obcecada com a beleza, usava perucas que para além de esconder os seus cabelos brancos acompanhavam os tons das vestes, as mãos e o rosto eram pintadas com cerude (uma mistura de vinagre com chumbo que lhe dava um tom branco e uniforme mas que era extremamente corrosivo), os lábios eram pintados com cera de abelha e tintura de modo a ficarem vermelhos e os olhos eram delineados.

Dizem que arranjou demorados processos de vestir e despedir que demoravam mais de 4 horas tal não era a sua vaidade e que as damas que a acompanhavam era obrigadas a vestir apenas branco e preto enquanto ela chamava a atenção com os seus tecidos coloridos.

Embora vaidosa a rainha Elizabeth dedicou a sua vida á pátria, derrotou a frota espanhola e a sua Invencível Armada em 1588, desenvolveu o mundo das artes com especial atenção para as artes literárias onde se destacam nomes como William Shakespeare, Edmund Spenser e Christopher Marlowe. Levou Inglaterra na exploração além-mar e dinamizou o comercio e a industria.

“Men fight wars. Women win them.”

– Rainha Elizabeth I

 

 

12 opiniões sobre “A era do Ouro – Elizabeth I

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google photo

Está a comentar usando a sua conta Google Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s